IT – online

Notícias | Análises | Software Microsoft

Guias IT-online: Como utilizar o Microsoft Windows Malicious Software Removal Tool (MSRT) no Windows 10

Deixe um comentário

guias_itonlineO Microsoft Windows Malicious Software Removal Tool (MSRT) é uma solução de segurança que ajuda a remover software malicioso em PCs que estejam a executar o Windows 10, Windows 8.1, Windows Server 2012 R2, Windows 8, Windows Server 2012, Windows 7, Windows Vista, ou Windows Server 2008. Esta ferramenta é disponibilizada mensalmente via Windows Update  e Download Center e uma vez obtida, efetua um scan único para identificar e remover malware (e respetivas variantes) como o Blaster, Sasser, ou o Mydoom.

O MSRT é uma ferramenta de limpeza pós-infeção e não substitui uma solução antivírus. Neste sentido, é recomendado que os utilizadores instalem um antivírus e o mantenham sempre atualizado.

Para além do scan mensal, os utilizadores podem a qualquer altura executar o MSRT para eliminar este tipo de infeções. Vejamos como:

Vamos começar por abrir o “Executar” (Win + R) e escrever mrt (“C:\Windows\System32\MRT.exe”) seguido de “Enter”.screenshot-227Nota: Se a versão do MSRT instalada no Windows 10 estiver desatualizada, é disponibilizado o link para obter a versão mais recente. Para continuar sem atualizar, clique em “OK”.screenshot-228Na janela de boas-vindas ao MSRT vamos clicar em “Next”.screenshot-229No passo seguinte, vamos escolher o tipo de scan que o MSRT deverá executar. A escolha (Quick, Full ou Customized) e o equipamento irá influenciar o tempo de duração do scan.screenshot-230Depois de assinalar a opção e clicar em “Next”, o MSRT inicia então a analise ao PC.screenshot-234No final do scan, o MSRT apresenta o resultado e fornece um relatório mais detalhado através do link “View detailed results of the scan”. Para fechar a janela basta clicar em “Finish”.screenshot-236Dica: O log fica guardado na pasta “C:\Windows\Debug\mrt.log”.screenshot-237O MSRT pode também ser executado via Command Prompt.

Depois de abrir uma janela do Command Prompt, vamos escrever um dos seguintes comandos seguidos de “Enter”:

MRT /F:Y /Q = Força a execução de um “Full Scan” e limpa automaticamente os ficheiros infetados sem abrir a interface gráfica.

MRT /F:Y = Abre a interface gráfica, força a execução de um “Full Scan” e limpa automaticamente os ficheiros infetados.

MRT /F /Q = Força a execução de um “Full Scan” sem abrir a interface gráfica.

MRT /F = Abre a interface gráfica, força a execução de um “Full Scan”

A lista completa de comandos pode ser visualizada escrevendo mrt /? no command prompt.screenshot-238Como podemos ver nos passos anteriores, a utilização desta ferramenta é muito simples e é mais uma opção a considerar quando somos alvos de uma infeção por malware. Novamente reforço a ideia que o facto de ajudar a remover ameaças, não significa que tenha mecanismos de deteção em tempo real, logo, não se deve sobrepor às funções dos antivírus.

Como sempre, espero que este guia seja útil a todos os que visitam o IT-online.

Anúncios

Autor: nuno silva

IT Professional | Windows Insider MVP | Microsoft MVP - Windows Experience (2014-2016) | Microsoft Technical Beta Tester (Windows International Team) | MCC | Microsoft IT Advisory Council Member | Certified Microsoft Windows Phone Expert | Microsoft Virtual Academy Student | Windows Team Division Manager @ Microsoft Group Portugal (Facebook) | Member of the Microsoft Virtual Academy (MVA) Founders Club

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s