IT – online

Notícias | Análises | Software Microsoft

Projeto Living Usability Lab apresenta soluções inovadoras para aumento da esperança e qualidade de vida dos seniores em Portugal

Deixe um comentário

A Microsoft Portugal apresentou esta manhã à comunidade científica e ao público em geral os resultados do Projeto QREN 7900 Living Usability Lab, liderado pelo MLDC (Microsoft Language Development Center) e que teve como principal objetivo o desenvolvimento de serviços e soluções tecnológicas, sob a forma de uma rede de laboratórios vivos suportado em redes de nova geração, dirigidos aos cidadãos seniores e aqueles com mobilidade reduzida. O projeto pretende combater o isolamento e a infoexclusão, contribuindo para aumentar a qualidade de vida, saúde, bem-estar e segurança em ambiente doméstico, das comunidades dos idosos e dos deficientes motores, proporcionando condições para um envelhecimento ativo.

O projeto envolveu mais de 1011 idosos a nível nacional, 30 instituições, incluindo 25 universidades seniores das regiões de Lisboa, Oeiras, Cascais e Porto e uma instituição particular de solidariedade social (Associação Salvador) que atua na área da deficiência motora, no desenvolvimento de soluções tecnológicas em três cenários principais:

  • Health@Home (saúde em casa), através do desenvolvimento de serviços de prevenção e promoção da saúde para cidadãos idosos e outros que se mantêm nas suas casas, como o serviço de tele-reabilitação que permite ao cidadão realizar consultas e exercícios de reabilitação, monitorizados em tempo real por um profissional de saúde remoto, ou um conjunto de sensores de sinais vitais, que permitem o acompanhamento personalizado e contínuo do seu estado de saúde e atividade física;
  • Connect@Home (ligado em casa), mediante a avaliação e disponibilização de serviços, através de um assistente pessoal virtual, o qual recorre à interação natural do cidadão com o computador (utilizando modalidades como a fala, toque, gesto, teclado e rato) e à capacidade de adaptação ao contexto (características de luminosidade e ruído ambientes, limitações visuais e auditivas do utilizador, localização), para o manter ligado à sua rede social (Youtube, Facebook ou Twitter), profissional e familiar.
  • Secure@Home (segurança em casa), tecnologias e serviços que possibilitam o controlo e a automação da casa, identificando, prevenindo e alertando para situações de risco e visando o conforto e a segurança doméstica do cidadão, donde se destaca um robot pessoal, um serviço de localização e deteção de movimento e um conjunto de sensores e atuadores de controlo domótico.

De acordo com Miguel Sales Dias, Diretor do Centro de Investigação e Desenvolvimento da Microsoft Portugal , “o projeto nacional de I&D“ colaborativa “QREN 7900 Living Usability Lab”, que a Microsoft tem liderado nestes últimos 2 anos, vai disponibilizar à comunidade científica, à indústria e à sociedade, uma rede nacional de laboratórios vivos, onde os cidadãos podem experimentar e avaliar a usabilidade de tecnologias e serviços em cenários reais, que incluem serviços de comunicação audiovisual e entretenimento, serviços de prevenção e promoção da saúde para cidadãos que se mantêm nas suas casas, ou ainda serviços de gestão automática do ambiente doméstico. Um dos focos do projeto foi o desenvolvimento de tecnologias de interação natural com o computador, especialmente adaptados àqueles cidadãos que têm sido mais esquecidos no acesso aos serviços fundamentais e tecnologias da Internet: as pessoas idosas e aquelas com deficiência motora. É mais um exemplo da aplicação da I&D em colaboração Nacional à cidadania ativa dos cidadãos, uma estratégia muito cara para a Microsoft”, conclui este dirigente.

Parcerias:

Este projeto, coordenado pela Microsoft Portugal, envolveu um consórcio de empresas da área das TIC, destacando-se a Micro-IO e a Plux, e de Universidades e Institutos de Investigação, nomeadamente, a Universidade de Aveiro, o IEETA, a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e o INESC Porto.

Projeto Ambient Assisted Living for All (ALL4ALL)

O Projeto QREN 13852 Ambient Assisted Living for All constitui outro dos projetos âncora do Centro de Investigação e Desenvolvimento da Microsoft e que tem, igualmente, como missão a melhoria da qualidade de vida da população sénior em Portugal, através do desenvolvimento, disponibilização e suporte de serviços padrão de Ambient Assisted Living, nos contextos do envelhecimento ativo no trabalho, na comunidade e em casa, que contribuam para a sua saúde, dignidade, independência e bem-estar de uma forma geral.

Aprovado pelo QREN, este projeto mobilizador de I&D em consórcio, envolveu já o trabalho conjunto de 34 entidades a nível nacional, incluindo instituições públicas, académicas, da indústria, organizações de utilizadores e instituições de I&D, no desenvolvimento e integração de diferentes soluções tecnológicas padrão que permitam dar resposta aos desafios impostos pela mudança demográfica, aumento da idade média de vida e consequente envelhecimento da população portuguesa.

A partir de diferentes áreas técnicas e de forma integrada, um dos objetivos do AAL4ALL é o desenvolvimento e aperfeiçoamento de interfaces pessoa-máquina (IPM) naturais e multimodais que adotem os princípios do design universal e as regras de acessibilidade e inclusão, para que possam ser utilizador por todos os cidadãos seniores, sem exceção. É neste contexto que surge o Living Home Center (LHC), uma representação prática de uma interface multimodal, universal e acessível para serviços de comunicação e entretenimento na Internet, desenvolvida e aperfeiçoada com recursos a diversos estudos de usabilidade efetuados tanto com cidadãos seniores, como com indivíduos com mobilidade reduzida.

Para o desenvolvimento deste e de outros protótipos foi fundamental a avaliação dos requisitos e das necessidades da população senior portuguesa, realizada através da maior sondagem efetuada até hoje no âmbito da temática Ambient Assisted Living (AAL). Neste âmbito, foram inquiridos 1220 cidadãos seniores Portugueses, de diferentes zonas do Pais, através dos quais foi possível identificar as principais necessidades e preocupações da população sénior, estando as limitações de mobilidade na utilização de escadas, as dificuldades no acesso à informação no que diz respeito a procedimentos burocráticos, a atividades voluntárias e ao sistema fiscal, entre as principais preocupações apontadas.

A Microsoft apresentou assim, os dois projetos âncora da atividade de I&D colaborativa do Centro de Investigação e Desenvolvimento em Portugal, reforçando a sua aposta e compromisso em tornar a tecnologia acessível a todos os cidadãos, contribuindo para aumentar a sua qualidade de vida e participação ativa na comunidade, numa altura em que se celebra também o Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações.

Mais informações:

Web imprensa: www.microsoft.pt/imprensa

Microsoft Language Development Center:  http://www.microsoft.com/pt-pt/mldc/default.aspx

Projeto Living Usability Lab: http://www.livinglab.pt/

Projeto AAL4ALL: http://www.aal4all.org/

Campanha Doar a Voz: https://lhc.yourspeech.net/

Autor: nuno silva

IT Professional | Windows Insider MVP | Microsoft MVP - Windows Experience (2014-2016)| Microsoft Technical Beta Tester (Windows International Team)|MCC | Microsoft IT Advisory Council Member | Certified Microsoft Windows Phone Expert | Microsoft Virtual Academy Student | Windows Team Division Manager @ Microsoft Group Portugal (Facebook)

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s